• Renato J. Afonso

Por que eu preciso de um corretor de seguros?



Na publicação anterior neste blog, falamos sobre a internet das coisas e o avanço tecnológico no setor de seguros. E isso leva a uma pergunta, Por que eu preciso de um corretor de seguros? ou porque com o avanço tecnológico eu ainda preciso de um corretor de seguros?

Hoje em dia nos acostumamos a fazer tudo pela internet: compras, assinatura de serviços, reservas de restaurantes e hotéis, cursos e até mesmo uma graduação, até para "stalkear o crush" ou aquela paixão da infância que foi embora pais.

Em meio a quarta revolução industrial, a era da informação, dos bots e da inteligencia artificial, é realmente valida essa pergunta.




Hoje em dia encontramos inúmeras ofertas de seguros e proteção, ofertado por empresas diferentes e até mesmo de seguimentos diferentes, desde agencias bancaria à startup's.


É cada vez mais comum os gerentes do bancos "ofertarem" seguros de vida, previdência privada, consorcio, etc... em troca da linha de credito que o cliente está buscando, sempre com a desculpa de que precisa melhorar o seu relacionamento ou a sua pontuação com o banco que o credito seja aprovado. Alem de ser espessamente proibido pelo código de defesa do consumidor (Art 39 I, da Lei nº 8.078/90), constitui crime contra as relações de consumo (Art 5° II, da Lei nº 8.137/90).


Algumas vezes, de maneira mais honesta que muitos bancos, lojas de departamentos e telefonia, oferecem a seus clientes seguros para seus smartphones, tables e similares. Porem sem explicar para seu consumidores quais as coberturas e riscos excluídos daquela contratação.


E sem contar as associações de proteção, que de maneira quase que criminosa, se apresentam como Seguradoras oferecendo Seguros, sem estarem devidamente registradas e autorizadas pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privadas). Porem quando o cliente aciona, demora até 90 dias para sem "indenizado" muitas vezes por valores inferiores ou que ele teria por direito em um seguro.



Mas afinal de conta, quem são os corretores de seguros, onde vivem, como se alimentam...


Profissão regulamentada em 29 de Dezembro de 1694, com a Lei nº 4.594, o corretor de seguros é o intermediário legalmente autorizado a promover contratos de seguros entre as sociedades de Seguros e as pessoas físicas ou jurídica.

A necessidade da criação da figura do corretor de seguros, devesse a relação desigual entre segurados e seguradoras, tendo em vista, como o lado mais frágil da relação de consumo, e aqueles que necessitavam de proteção tendo seus direitos resguardados, o corretor de seguros cumpre o papel de representante do segurado frente a seguradora, tando no momento da contratação do seguro quanto durante toda a vigência do contrato e sua renovação.

Se por um lado com a chegada da internet, a mídia se tornou um instrumento ainda mais poderoso de informação. e as redes sociais, como Facebook, Instagram, Twitter, plataformas como o YouTube, e sites específicos dispõem de valiosas informações, por outro lado a falta de tempo e as informações erradas veiculadas no mesmo canal, continuam deixando a relação de consumo desigual.


Então por que ter um corretor de seguros de confiança?

Capacitação profissional, o corretor de seguros é uma profissional capacitado, que só pode exercer suas atividades após a conclusão de formação, e aprovação nos exames para habilitação da SUSEP. Essa formação consistes principalmente nas legislações referente ao mercado segurador, tornando o corretor o profissional apto a representar o segurado perante a segurado eliminando a desigualdade e a fragilidade das relações de consumo.


O Corretor de seguros tem relacionamento e conhecimento estabelecido com diversas seguradoras, porem não representa nenhuma delas, na verdade é vedado ao corretor que ele atue como representante de uma segurado, ou o segurado estaria mais uma vez exposto a uma relação desigual, desta forma a atuação do corretor é autônoma, não havendo subordinação, obrigações, metas ou compromisso firmado com a seguradora, mais sim com o segurado.

Esse relacionamento se da de forma negociar condições, produtos e serviços para pode apresentar para o segurado todas as opções que o mercado oferece que atenda as suas necessidades e expectativas.


O trabalho do corretor não termina com a venda, podemos até dizer que o trabalho do corretor está começando ali, esse é o momento em que o segurado comunica a seguradora que determinado corretor ira te representar durante a vigência deste seguro, seja ele de um mês. 20 anos ou até mesmo vitalicio.

Seja para pedir uma orientação, acionar alguma cobertura, atualizar ou modificar a apólice, e principalmente no momento do sinistro, o corretor tem seu dever e responsabilidade com o segurado, perante ao produto e segurado.


Tranquilidade, ninguém procura um mecânico de automóveis quando está doente esperando que esse profissional o oriente sobre como se tratar e recuperar sua saúde, desta mesma forma outros profissionais não possuo a capacitação técnica, para faze um correta analise do risco dos clientes e dos produtos oferecidos pelas seguradoras, certamente que vender esses profissionais até mesmo conseguem, porem onde ele estará no momento em que você precisar?


Nossas vidas, crença. costumes, planos, metas e objetivos não são iguais, porque nossos seguros seria? Nem mesmo as roupa que compramos na lojas são iguais, as vezes o tamanho é diferente ou as cores que nós agrada são diferente, e muitas das vezes precisa de um ajuste para nos vestir melhor.

Assim também é uma apólice de seguros, nossas profissões, hábitos, praticas e costumes faz com que os riscos que estamos expostos são diferentes. Desta forma costumo dizer que cada seguro, é único e exclusivo. ajustado as suas necessidades.


Conheça a Atuaria Brokers.

7 visualizações
 

Formulário de Inscrição

(11) 9.4061-9259

(11) 3280-8714

Rua Jamelão nº 48, Alves Dias, São Bernardo do Campo - SP CEP: 09855-600

  • LinkedIn
  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • Twitter

©2017 Atuária Brokers Adm e Corr. Seg | CNPJ.: 28.306.950/0001-68 | SUSEP.: 202024105

Responsável Técnico.:  Renato J. Afonso | SUSEP.: 20107500